Cadeira 08 – Oswaldo Lino Soares

Cadeira 05 – Oswaldo Lino Soares | Patrono: Aristides Werneck

Biografia:

Oswaldo Lino Soares nasceu e reside no Rio de Janeiro, possuindo também residência  em Petrópolis há mais de 40 anos.É procurador federal aposentado e foi professor  universitário de Direito.Escreveu poemas dos 16 aos 29 anos, mas, em face de intensa atividade profissional parou de escrever, só voltando a versejar 42 anos depois, após sua aposentadoria, quando passou a frequentar as reuniões do Grupo Poesia Simplesmente no Teatro Gláucio Gil. Participou de inúmeras antologias poéticas,tendo sido eleito, em 2006 para a cadeira nº8 da Academia Brasileira de Poesia-Casa de Raul de Leoni.Em 2009 publicou “Caminho Interrompido”, agrupando poemas da mocidade e da maturidade,pela Editora Prazer de Ler, livro que ganhou o prêmio “Carauta de Souza” de 2010, conferido pela Academia Petropolitana de Letras, como destaque literário de 2009.Foi eleito para o PEN Clube do Brasil.Escreveu ensaios sobre Emílio de Menezes e Bastos Tigre na revista “Argila” da Academia Brasileira de Poesia.

Trabalhos:

Ode à Poesia

O cabelo embranquece,
a memória falha, esquece,
aparece o cansaço
o peito ofegante.
Reduzem-se os passos,
a insônia é constante.

A vista se turva,
diminui a audição,
a coluna se curva,
dispara a pressão.

Os desejos se espaçam
mas não somem não!
As lembranças perpassam,
o futuro é incerto,
o final fica perto,
mas os sonhos não se vão!

A vida se escorre,
mas a ternura persiste
e se o amor nunca morre,
a poesia resiste
e sobrevive ao caixão.

De “Versos da maturidade” – versos contemporâneos