Mônica Rosenberg

Sócia Correspondente 1113
São Paulo – SP – Brasil

Biografia:

Bacharel em Direito pela USP- São Francisco, especializada em Direito Penal.
Estudou até o ginásio no Externato Ofélia Fonseca. Cursou o colegial no colégio Dante Alighieri e estudou no IMI of Geneva. Formada em História da Arte pela FAAP e em Assistência Social pelo Palácio dos Bandeirantes. Foi oficial do Gabinete do Governador Paulo Egídio Martins durante todo o seu mandato, cuidando da parte de informações internacionais.
Fluente nos idiomas inglês, alemão, italiano, francês, espanhol e português. Escritora associada à REBRA e UBE.

Premiações

Medalha Anchieta e Título de Cidadã Paulista pelos serviços prestados à comunidade paulistana, na Câmera dos Vereadores, por Brasil Vita – 1988
Prêmio Destaque do Mérito Feminino –ABACH- 2006 e 2007
Prêmio Láurea D.Pedro I –Dama Comendadora –ABACH
Prêmio Láurea D.Pedro I – Por relevantes serviços prestados ao culto das tradições históricas brasileiras – 2007
Prêmio Oscar de Ouro dos Vencedores Internacionais – 2007
Prêmio Láurea D.Pedro I – Grã Colar – 2007
Diploma Destaque do Mérito Feminino – ABACH – 2007
Diploma Destaque do Mérito Feminino – Grau escritora- ABACH – 2008
Medalha Cívica Ordem das Nobres Damas de São Paulo – Grau grande Oficial –ABACH– 2008
Prêmio Mulher Jóia Rara – 2008
Prêmio Excelência Mulher Da CIESP Sul – Aliança Aca Laurência – 2008
Prêmio Garoa de Ouro – 2008

Bibliografia

Individuais:

Autora do livro Contos e Pensamentos da Vida Real – Oficina do Livro Editora – 2007.
Autora do livro Páginas Viradas de Um Passado Não Ultrapassado- O Holocausto – 2ª edição – Oficina do Livro Editora – 2007.
Autora do livro infanto-juvenil – O Tesouro de Avalon – Oficina do Livro Editora- 2007.

Antologias e Co-autoradas:

Transformação-Coragem para Mudar e Vencer e Mensagens de Amor e Paz, Oficina do Livro Editora-São Paulo, 2006, Perfil de uma Amiga – Oficina do Livro Editora – São Paulo, 2007, Caminhos do Amor – Oficina do Livro Editora-2007, Histórias Inesquecíveis – Oficina do Livro Editora-2007, Emoções em Família – Oficina do Livro Editora-2008, Talento Delas – Scortecci Editora, São Paulo, 2007 e, O Talento Brasileiro em prosa e verso – 2008 – Scortecci Editora, São Paulo.

É co-autora nos livros Nós, Mulheres Vol 5 e Vol 6 – Coletânea periódica, Oficina do Livro Editora – São Paulo, 2006 – e Isabella Sapequinha – Oficina do Livro Editora – 2007

Trabalhos

“Brilhos no olhar”

Felicidade brilha no olhar de uma criança
Um raio de luz que transmite a esperança
No olhar da moça vejo o amor a brilhar
São imagens da vida, várias formas de amar

É um rosto, um sorriso, é felicidade
Um brilho intenso de amor sem maldade
É a moça, a criança na mais pura verdade
É a vida brilhando em várias imagens

No final, somos todos amantes da vida
Ela brilha para todos e destrói as feridas
É esperança brilhando no olhar do poeta
Que viaja nos sonhos da alma dolorida

Semeando o bem e colhendo benção
Vamos nessa viagem, buscando a canção
A música divina que dá fim a aflição
Devolvendo a felicidade ao coração

Monica Yvonne Rosenberg

Poesia

A paixão e o amor cintila na caminhada
É a vida brilhando em plena renovação
Poeta registrando uma nova visão
É poesia, é sonho, é imaginação

Poesia da vida é verso e reverso
Dentro da alma o nosso universo
Nela contém os sonhos diversos
É poesia, é vida, coração submerso

Na escrita viajo com as estrelas
E sinto na estrada o clarão do luar
Carruagem de sonhos a cintilar
É magia imensa, é paixão, é amar

Poesia retratando as agruras da vida
Estrada de flores e caminho em ferida
Amor e paixão em versos a bailar
É estrada de sonhos, é poeta no ar

Monica Rosenberg

“Está escrito”

Olhos verdes de cigana, que lê o nosso presente
Lê passado e futuro, nos faz sonhar brevemente
Nos traz cardápios sem fim de sonhos e ilusões
E agente imaginando todas as realizações

Deus é testemunho que a vida é assim
Olhos verdes de cigana, ditou a sorte pra mim
Mas de nada adiantou a profecia da cigana
Pois a vida está marcada, nisso ela se engana

Meu futuro está escrito no lindo livro da vida
Deus marcou minha chegada e também minha partida
Nessa minha permanência o responsável sou eu
Olhos verdes de cigana, minha alma ela não leu

Monica Yvonne Rosenberg

“Sensibilidade”

Gosto de sensibilidade
Tudo tem sensibilidade
Precisamos de sensibilidade
Sem ela perdemos a afinidade
Perdemos o melhor de nossas vidas
Perdemos o amor e a nossa humildade

Quem não tem fica tosco e com o mundo vazio
Não agrada ninguém, nem recebe carinho
É vida gelada, é sonho sem fada,é mundo sozinho
Sensibilidade é a diferença entre ser e não ser
Amar e não saber amar, viver ou apenas vegetar

Que a tem alcança os sonhos e com ela os sonhos
se realizam, a vida ganha mais brilho e mais cor
E os sonhos coloridos se tornam um arco – íris
O arco-íris do sonho que vai colorindo o amor

Monica Yvonne Rosenberg

“Vive é amar”

Amor é saber
Saber é viver
Viver é conhecer
Conhecer é ver
Ver é crer
Crer é ser
Ser é morrer
Morrer é renascer
Renascer é sonhar
Sonhar é amar
Amar é viver

Monica Rosenberg

“Um cálice de sangue”

As lágrimas gotejavam
Em um cálice de cristal
Momento de dor crucial
Transbordaram…

Olhando aquele cálice
Vendo as lágrimas caindo
Pensava em suas sandices
Meu coração se exaurindo

Diante daquela cena
Merecedora de pena
Você entra radiante
Portando lindo semblante

Parado quase imobilizado
Sem perguntas, você sabia
Que sua deslealdade se exibia
Te ofereci, meu cálice de sonhos
Monica Rosenberg

“As flores”

Como reza a bíblia:
Sejam como as criancinhas
Lindas, humildes e pequenininhas
Cobertas com a pureza da alma
Anjos que repassam a calma

São flores do nosso jardim
Encanto de alma em evolução
Vamos aprender com as crianças
Ser bons, íntegros e irmãos

Duas flores encantadas
Que trazem amor fiel
São duas jóias amadas
Trazem o doce do mel

Meu encanto e minha glória
São os meus anjos da guarda
Uma é a linda Victoria
A outra é a linda Edhuarda

A Victoria e Edhuarda

Monica Yvonne Rosenberg

“Viver é amar”

Amor é saber
Saber é viver
Viver é conhecer
Conhecer é ver
Ver é crer
Crer é ser
Ser é morrer
Morrer é renascer
Renascer é sonhar
Sonhar é amar
Amar é viver

Monica Rosenberg

Buenos Aires

oite em Buenos aires
Frio, casacos e estolas
O brilhantismo e as luzes
Pés trançavam feito cruzes

Bailarinas exuberantes
Belas nos dotes dançantes
Dança com efeito calmante
Em corações saltitantes

Casa de show em imenso salão
Com a mais bela iluminação
Tudo na maior perfeição
Delirava o coração

E o tango de Carlos Gardel
Flutuava, subindo ao céu
E o casal apaixonado
Delirava extasiado

Monica Rosenberg

Transformação

Não tenha pena de mim
Pois tenho um manto de coragem
Que me envolve no dia ruim
E me faz lutar como um selvagem

Tenho fúria de dragão
Se tocares em minha honra
Urgindo como leão
Tu ficarás em desonra

Sou meiga, frágil e singela
Tenho pétalas macias
Sou a linda cinderela
Tenho sonho e alegria

Mas não machuque a rosa
Nem destrua o meu sonho
A rosa linda e dengosa
Se torna um dragão medonho

Monica Yvonne Rosenberg

“Rosa branca”

O espinho me espetou
Sangue no dedo escorreu
A linda roseira chorou
Foi a paz que se perdeu

Rosa branca acetinada
Como a seda orvalhada
Folhas verdes de esperança
Não sai da minha lembrança

Mas para alcançar a rosa
Vou passar pelos espinhos
Doloroso este caminho
Atravessarei sozinho

Foi tempo desventurado
Foi tempo de céu nublado
Hoje tenho a rosa branca
Rosa da paz e da esperança
Monica Yvonne Rosenberg